FANDOM


Bicombustível (chamado de flex no Brasil) é o veículo que pode utilizar mais de um tipo de combustível.

Exemplos Editar

Os exemplos mais comuns são o consumo de gasolina e/ou etanol e gasolina e/ou gás natural e gasolina e/ou álcool.

Biocombustível é toda matriz energética obtida através de elementos orgânicos, em detrimento aos combustíveis fósseis.

Caracteriza-se por ser renovável, e portanto, infinito, e menos poluente que os derivados de petróleo.

História Editar

Os biocombustíveis são utilizados há muito tempo, porém nunca em grande escala, dado ao baixo preço do petróleo.

Na Alemanha nazista, as famosas bombas voadoras utilizavam álcool obtido através da beterraba, devido ao bloqueio sofrido pelo país durante a Segunda Guerra.

BrasilEditar

Pró-álcoolEditar

Na década de 1970, com a segunda fase da crise do petróleo, o governo criou o Pró-álcool, programa para incrementar a produção e distribuição do álcool, obtido principalmente da cana-de-açúcar e da mandioca, como combustível alternativo.

O Brasil conta com todas as condições para a produção da de cana-de-açucar, ou seja, solo adequado, grandes áreas e sol abundante.

Passadas as dificuldades iniciais, como corrosão e dificuldades de partida no motor, o sucesso do programa foi tanto, que em meados década de 1980 quase todos os carros produzidos tinham motores alimentados pelo chamado combustível verde.

Porém, ao final da mesma década, o aumento do preço do açúcar, aliado à queda do preço do petróleo no mercado internacional, levou ao desabastecimento e a quase extinção do programa.

FlexfuelEditar

A história começou a mudar no dia 23 de março de 2003, quando um automóvel modelo Volkswagen Gol é lançado como o primeiro a funcionar com mais de um combustível ao mesmo tempo, no caso gasolina e álcool, em qualquer proporção, o que faculta a escolha do combustível mais barato, na hora do abastecimento.

Praticamente todos os modelos fabricados no país saem equipados com motor flex.

MundoEditar

Outros países, principalmente os mais ricos e industrializados, estão em estudos para a implementação em larga escala automóveis flexfuel, pelo fato de dependerem do Petróleo, combustível cada vez mair caro e poluidor, boa parte produzida por países com graves problemas políticos e sociais.

IngredientesEditar

Praticamente todo vegetal é capaz de produzir biocombustível, mas os principais, pelo alto teor de açucar ou carboidratos, e facilidade de produção em escala são a cana-de-açucar, o milho e a mandioca.

Utiliza-se também rejeitos, como o bagaço da cana.

É possível a produção do biogás, através da decomposição de elementos orgânicos.

Vantagens Editar

Além de poder gerar uma grande economia, dada a instabilidade dos preços dos combustíveis, é uma arma contra a poluição e o aquecimento global, pelo fato de poder utilizar comsubstíveis renováveis e menos danosos ao meio-ambiente.

CríticasEditar

Muitos vêem o biocombustível como uma ameaça ao meio-ambiente, pelo perigo de avanço da agricultura às florestas nativas, bem como por um provável encarecimento de alimentos.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória